Morre José Leal, fundador do 4º maior grupo hospitalar do Brasil


José Leal, médico e empresário que fundou o Grupo Santa, a maior rede de hospitais do Centro-Oeste e a quarta maior do país, faleceu hoje em Brasília. Ele tinha 84 anos e estava se tratando da recidiva de um câncer.

Filho de Surubim, Pernambuco, Leal se formou na Faculdade de Ciências Médicas do estado e se especializou em cirurgia geral. Após uma passagem pelo Instituto Nacional do Câncer, no Rio de Janeiro, e sócio de um pequeno hospital infantil em Volta Redonda, ele se mudou para Brasília nos anos 70.

Na capital federal, Leal ingressou como sócio minoritário do recém-inaugurado Santa Lúcia Sul, o primeiro hospital federal da cidade. Nos anos seguintes, ele adquiriu cotas do hospital até se tornar o acionista majoritário e controlador.

Sob sua liderança, o Grupo Santa se expandiu para as principais cidades de Goiás e da região Centro-Oeste, chegando a 1.350 leitos em oito hospitais e dois centros radiológicos. Com sede em Brasília, a rede fatura R$ 2 bilhões por ano e detém mais de 50% do mercado do Distrito Federal.

"José Leal foi um grande empreendedor e criou um império da saúde no Centro-Oeste," disse o médico Henrique Salvador, presidente da Rede Mater Dei, de Belo Horizonte. "Ele também foi o fundador da Sociedade de Mastologia do Distrito Federal, entre outras realizações importantes para a região."

Apesar do controle familiar, o Grupo Santa é gerido por executivos de mercado, com Gustavo Fiúza no cargo de CEO. Em agosto do ano passado, a família vendeu 20% da empresa para a Atlântica, braço hospitalar da Bradesco Seguros, em uma transação avaliada entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão.

Leal deixa sua esposa e cinco filhos. Ele será lembrado como um dos empreendedores de maior impacto na área da saúde no Centro-Oeste brasileiro.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem