Novacap se lança como executora de obras públicas e privadas

Além das contribuições para órgãos públicos, a Novacap pode prestar serviços para empresas privadas | Fotos: Kiko Paz/ Novacap

Contrato inédito com o Poder Judiciário abre novas oportunidades para a empresa no mercado nacional

Por Agência Brasília* | Edição: Vinicius Nader

Em um movimento de ampliação de mercado, a Companhia Urbanizadora da Capital do Brasil (Novacap), tradicionalmente conhecida pelas obras e pelos serviços públicos desde a construção do Distrito Federal, foi contratada para atuar na finalização de um projeto do Tribunal Regional Federal (TRF1). A iniciativa sinaliza uma potencial ampliação da atuação da empresa no mercado de obras públicas e privadas.

“Essa prerrogativa de oferecer nossos serviços e consultorias de forma remunerada sempre esteve no estatuto da empresa. Então, a gestão atual vem se debruçando sobre o tema com o objetivo de expandir a atuação da companhia”, comenta o presidente da Novacap, Fernando Leite.

Além das contribuições para órgãos públicos, a Novacap pode prestar serviços para empresas privadas. A possibilidade amplia ainda mais a gama de oportunidades de mercado para a companhia. Os possíveis recursos gerados por contratos, como o recente acordo com o TRF1, são destinados a investimentos na própria companhia.

Atuação

Segundo Maruska Lima, engenheira da Novacap, o contrato é uma novidade para a empresa, que, em um passado distante, prestou serviços à União. “Nesse caso específico com o TRF1, nós somos contratados para trabalhar”, destacou a responsável pela obra. O contrato prevê que a Novacap dê suporte técnico para a conclusão de um prédio cuja construção começou em 2006, mas, por motivos adversos, não foi finalizada.

Parcerias como a firmada com o TRF-1 são um passo importante para a ampliação da atuação da Novacap no mercado

A obra abrange um complexo de quatro prédios e três subsolos, inclui mais de duas mil vagas de estacionamento coberto e diversas instalações para gabinetes de desembargadores, salas de sessões e de reuniões, salas administrativas, áreas de saúde e de alimentação, auditório e demais áreas para serviços gerais. Atualmente, a Novacap prepara a documentação técnica da licitação para conclusão da obra, com previsão de publicação em setembro deste ano.

O contrato, que se estende até abril de 2029, tem valor total estimado em R$ 18 milhões para os serviços prestados pela companhia, enquanto o custo total da obra é estimado pelo TRF em mais de R$ 850 milhões, valor a ser confirmado ao final da preparação da documentação. Além de finalizar a construção, a Novacap deve considerar na licitação a manutenção do prédio após a conclusão da obra.

*Com informações da Novacap

Stéfane Rodrigues

Jornalista, atriz, modelo e miss.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem