Os efeitos do estresse no organismo e a dinâmica do esforço e recompensa: implicações para a saúde do trabalhador

    *Adriana Belintani



No ambiente de trabalho moderno, o estresse se tornou uma constante quase necessária. No entanto, as suas repercussões vão além do desgaste diário, afetando profundamente a saúde física e mental dos trabalhadores. Este artigo explora os efeitos biológicos do estresse e analisa como o desequilíbrio entre esforço e recompensa pode deteriorar o bem-estar, trazendo à tona as responsabilidades legais dos funcionários e os direitos dos trabalhadores.

 

  1. O que é estresse?O estresse é uma resposta física e psicológica às demandas externas, essencial para a sobrevivência, mas prejudicial quando prolongada. No contexto laboral, ele pode ser desencadeado por prazos apertados, alta carga de trabalho, ou relações interpessoais desafiadoras. A distinção entre estresse agudo, que é momentâneo, e crônico, que é contínuo, é crucial, sendo este último particularmente prejudicial à saúde.
  2. Efeitos Fisiológicos do Estresse:Fisiologicamente, o estresse psicológico ativa o sistema nervoso independente e o eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal, resultando na liberação de hormônios como cortisol e adrenalina. Esses hormônios preparam o corpo para ação imediata, mas sua ativação prolongada está associada a uma variedade de problemas de saúde:

 

  1. Estresse Psicológico e Mental:Psicologicamente, o estresse pode desencadear ou agravar condições como ansiedade e depressão. A capacidade cognitiva também é afetada, com impactos negativos sobre a memória, a concentração e a capacidade de tomar decisões. O burnout, caracterizado por exaustão emocional, cinismo e redução da eficácia no trabalho, é uma preocupação preocupante e crescente entre profissionais de diversos setores.

 

  1. A Teoria do Esforço e Recompensa:Introduzida pelo sociólogo Johannes Siegrist, a teoria do esforço e recompensa sugere que a saúde no trabalho é influenciada pela percepção de equidade, ou a falta dela, na relação esforço-recompensa. Desequilíbrios, onde o esforço não é proporcionalmente recompensado, estão ligados a uma maior incidência de problemas de saúde. Este modelo tem sido amplamente estudado, com evidências que mostram que uma maior equidade pode promover melhor saúde e maior satisfação no trabalho.

 

  1. Implicações Legais do Estresse no Trabalho:Do ponto de vista legal, têm o dever de garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável. Isso inclui a gestão de fatores de estresse no trabalho. A legislação brasileira, por exemplo, prevê que condições de trabalho que causam estresse excessivo podem configurar assédio moral ou falha na obrigação de fornecer um ambiente de trabalho seguro, levando a compensações e prejuízos legais.

 

  1. Estratégias de Prevenção e Intervenção:Empresas proativas adotam programas de bem-estar, promovem uma cultura de suporte psicológico e implementam políticas que visam um melhor equilíbrio trabalho-vida pessoal. Além disso, recompensar e melhorar o esforço dos funcionários pode reduzir significativamente os níveis de estresse e melhorar a produtividade.

Estratégias de gerenciamento de estresse são abordagens multifacetadas que buscam mitigar o estresse por meio de mudanças no ambiente externo e nas percepções e reações internas dos indivíduos.

 

A gestão eficaz do estresse no ambiente de trabalho é uma questão de saúde pública e responsabilidade legal. Enquanto os profissionais da saúde e do direito colaboram para desenvolver ambientes de trabalho mais saudáveis, a legislação continua evoluindo para proteger os direitos dos trabalhadores. Promover um equilíbrio entre esforço e recompensa não é apenas uma questão de ética, mas uma estratégia essencial para a sustentabilidade organizacional.

 

*Adriana Belintani é advogada especialista em saúde mental com mais de 20 anos de atuação nas áreas trabalhista e previdenciária. A profissional ainda atua fortemente na divulgação e no esclarecimento dos motivos que levam as pessoas a adoecerem no ambiente do trabalho.

 

Contato para agendamento de palestras:adrianabelintani@belintani.adv.br

 

Sobre Adriana Belintani- Advogada especialista em saúde mental com mais de 20 anos de atuação nas áreas trabalhista e previdenciária. Com escritório sediado em Pindamonhangaba, interior de São Paulo, Belintani tem clientes em todo o Brasil e atende principalmente processos de trabalhadores que  desenvolveram alguma doença referente à saúde mental por conta do trabalho, que tiveram algum acidente  na empresa ou algum tipo de doença ocupacional. A profissional ainda  atua fortemente na divulgação e no esclarecimento dos motivos que levam as pessoas a adoecerem no ambiente do trabalho.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem