BRB assina convênios para estimular setor de bares e restaurantes

Por meio de acordos com a Abrasel e Sindhobar, banco vai oferecer facilidades em produtos e serviços, para ajudar o segmento na recuperação pós-pandemia


Foto: Renato Alves.

O Banco de Brasília assinou nesta quinta-feira (24) acordos de cooperação com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e com o Sindicato Patronal de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar) para impulsionar o setor, um dos mais impactados pela pandemia da covid-19.

Com o objetivo de oferecer apoio ao segmento de bares e restaurantes, o BRB vai disponibilizar produtos e serviços com as melhores taxas e condições do mercado em momento de retomada da economia.
“O objetivo maior é achar uma forma de oferecer as melhores taxas e produtos para as empresas do setor, beneficiando toda a cadeia produtiva” – Jael Antônio da Silva, presidente do Sindhobar

“O BRB atua como protagonista do desenvolvimento econômico, social e humano. Como banco público, estamos trabalhando para oferecer as melhores taxas e condições para estimular a economia do Distrito Federal e ajudar os setores mais afetados com a pandemia”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

Os acordos foram assinados na sede do banco pelo presidente do banco, Paulo Henrique Costa, e pelos presidentes das duas entidades, Beto Pinheiro, da Abrasel, e Jael Antônio da Silva, Sindhobar.

“Esse é o banco da nossa cidade e precisamos trabalhar juntos, investindo em um setor tão importante, que emprega milhares de pessoas, gerando renda e movimentando a economia. O objetivo maior é achar uma forma de oferecer as melhores taxas e produtos para as empresas do setor, beneficiando toda a cadeia produtiva”, destaca o presidente do Sindhobar.
“Como banco público, estamos trabalhando para oferecer as melhores taxas e condições para estimular a economia do Distrito Federal e ajudar os setores mais afetados com a pandemia” – Paulo Henrique Costa, presidente do BRB

Para o presidente da Abrasel, a assinatura do termo de hoje aproxima o BRB, ainda mais, do dia a dia de Brasília e do segmento de bares e restaurantes. “Estamos buscando para o setor a redução de custo, taxas melhores e aumento da receita. É um momento especial, de retomada, e no qual estamos tendo essa parceria importante com o BRB”, diz Beto Pinheiro.

Com o convênio, as pequenas, médias e grandes empresas do setor poderão contar com taxas, produtos e serviços diferenciados.

O BRB disponibilizou duas linhas de financiamento com condições especiais para o setor. Capital de giro com taxas a partir de 0,51% a.m. + CDI e até 72 meses (60 meses para pagamento e até 12 meses de carência), e também o BRB Investimento, com até 120 meses (96 meses para pagamento e até 24 meses de carência) e taxas a partir de 0,51% a.m. + CDI.

O banco também oferece o BRBPay, um serviço completo e moderno para facilitar a vida das empresas e que possui as melhores taxas do mercado. Dependendo do faturamento das empresas, as taxas podem variar a partir de 1,29% para débito e 2,19% para crédito. O serviço também oferece parcelamento em até 12 vezes e antecipações, também com condições especiais.

As empresas que utilizam o serviço contam, ainda, com a facilidade de isenção de três meses no aluguel das maquinetas.

No ramo de seguros, o BRB disponibilizou diversas opções para as empresas e também para seus funcionários: Seguro Residencial, Seguro Auto, Seguro de Vida, Seguro Empresarial e Previdência.

O BRB é um banco completo com mais de 4 milhões de clientes pessoas físicas e jurídicas em todo o país. O número de clientes considera também os do Nação BRB FLA, banco digital lançado em 2020 em parceria com o Flamengo. O banco está presente, seja de maneira física ou digital, em 5.087 cidades brasileiras, todos os estados e em 39 países.
Rosângela Chimiti

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem